Anônimo Mortal

Anônimo Mortal (Anônimo mortal).

Dirigido por: Aldo Monti.

Duração: 87 minutos.

Fui assistir este filme no Instituto Cervantes de São Paulo, instituto que tem bastante coisas sobre a língua espanhola, entre eles, livros, filmes, palestras, debates e cursos. Anônimo Mortal é um filme com o El Santo, famoso lutador de “lucha libre” mexicana, uma das grandes paixões dos mexicanos, que passou na televisão por aqui em uma época com o nome de “telecatch”, quem tiver a minha idade deve lembrar de personagens com “o coveiro”. Antes do filme teve uma pequena introdução sobre o que é a “lucha libre” no mundo e principalmente quem é o El Santo.

O filme começa com alguns crimes, como um filme policial, eles não sabem quem é o assassino e tentam procurar a motivação para uma série de crimes, parece que há algum tipo de serial killer cometendo crimes no México. Depois de algumas notícias em Jornais e algumas cartas anônimas recebidas pelas vitimas, um dos acusados, em vez de procurar a policia, resolve procurar o amigo El Santo para que receba uma proteção.

El Santo e a policia não se dão muito bem, o inspertor Ponce é o principal responsável pela investigação de tais crimes e tenta conseguir uma parceria com El Santo que as poucos vai se concretizando. El Santo tem dois ajudantes Yvette e Pablo que ajudam ele a resolver o crime e o ajudam a protegê-lo.

Com a evolução das investigações eles descobrem que as vitimas de alguma forma participaram da segunda guerra mundial e que isso deve ser um fator para que eles sejam as vitimas. Depois de algumas investigações descobrem que provavelmente há um grupo nazista que está por trás das investigações, com atentados contra El Santo que não seria uma vitima se não estivesse envolvido no caso.

A situação começa a ficar mais tensa e perigosa e as investigações começam a descobrir os principais suspeitos dos assassinatos, um grupo de nazismo no México, nos anos 70, por mais estranho que isso possa parecer, começa um grande confronto entre El Santo e os nazista. Uma verdadeira cena de ação com diversos golpes, tiros, perseguições e descobertas.

O mais interessante neste filme, é a figura do El Santo, que mesmo num filme, fora dos ringues, ele aparece sempre mascarado, como se o personagem das lutas fosse uma pessoa de verdade, como se ele fosse algo maior que um ser humano, faz parte da cultura mexicana e muitas vezes, talvez de forma “pão e circo” isso faz com que as pessoas acreditem em outros problemas, ao invés dos problemas políticos do pais. Também é bom pensar que a “lucha libre” é um espetáculo teatral e não algo como o “vale tudo” e as pessoas sabem que é tudo encenado, mesmo assim tem Ginásios gigantescos no México dedicados ao espetáculo, vendem máscaras, os personagens em miniatura e ainda passa na televisão.

Cinematograficamente falando é um filme bem feito, parece bastante seriados antigos de suspense/policial, o roteiro é interessante, mas as atuações, deixam muito a desejar, acho até que poderiam caprichar, mas conhecemos bastante as novelas mexicanas por aqui e principalmente o “chavo del ocho” o famoso Chaves que não tem lá as melhores interpretações, não sei se por causa das dublagens horríveis ou por causa dos atores, direção, mas é um filme que acrescenta bastante para conhecer o que é feito no cinema mexicano popular, eu particularmente gostei e consegui me divertir com o filme, mesmo o filme passando apenas com áudio original em espanhol do México sem legendas, mas é bem fácil de compreender os diálogos se você tem uma pequena noção de espanhol. O filme me lembrou um pouco os filmes do Roberto Carlos, que tem esse apelo que ele era um herói para a nação e tinham que tomar muito cuidado para não acabar com a imagem dele de moçinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s