CLUBE DO SUICÍDIO

Clube do suicídio (Suicide Club)

Dirigido por: Olaf Saumer

Duração: 96 minutos.

Este é um filme alemão e apesar do titulo ser o mesmo de um clássico do cinema gore japonês, os dois filmes só tem o tema do suicídio em comum, como o próprio diretor disse, é um filme de trabalho de conclusão de curso que levou seis anos para ser finalizado, com um orçamento muito baixo.

Um grupo de pessoas, cinco na verdade, sobem no alto de um prédio para cometerem suicídio, não conhecemos as pessoas, elas não se conhecem, apenas se juntaram para tentar o suicídio. No alto do prédio se posicionam para pular, mas acabam desistindo porque começa muita movimentação lá embaixo e isso tira a concentração deles.

Eles resolvem pular apenas no final do dia, quando a cidade estará novamente tranquila, só que eles tem que esperar no alto do prédio, porque trancaram o acesso para descer e jogaram a chave fora, eles então ficam entediados e não sabem o que fazer, tentar conversar, jogam o jogo da garrafa, tentam fazer algo para passar o tempo, aos poucos, um começa a conhecer melhor a vida do outro.

Uma das pessoas é um senhor, com quase cinqüenta anos que é um vendedor, ele é muito mal humorado, com o tempo percebemos que ele já esteve em uma banda de rock e que foi traído pela esposa. Outra pessoa é um jovem alto que está sempre quieto e que sofre bullying no colégio, o outro homem que completa o grupo é um adulto com atitude de jovem revoltado, com seu skate e sempre fumando maconha, uma das mulheres é uma senhora tranquila, que acredita em forças através de pedras diferentes, e a última pessoa que faz parte do grupo é uma jovem, que parece ser muito revoltado, ela é uma artista, desenha.

A única coisa em comum que as pessoas do grupo parecem demonstrar é a vontade de morrer, nenhuma delas em alguns momentos parecem concordar uma com as outras em diversos assuntos. Durante alguns jogos eles chegam até a rir, se divertem, mostram para o espectador que mesmo no desespero ainda há uma chance de mudar, de tentar novamente, de procurar um novo modo, de se adaptar de procurar uma vida melhor.

Há ótimas piadas e momentos engraçados no filme, o primeiro terço do filme parece muito triste, pesado, angustiado, depois de um tempo, toma um rumo mais alegre, descontraído, meio sessão da tarde, eles com as brincadeiras, tem que se esconder, há um pequeno suspense e aventura durante boa parte do segundo terço, o que o torna bem leve, até o momento que volta toda a tensão no último terço do filme, onde eles ficam novamente tensos e a cada nova situação que aparece, vai mostrando que o plano deles de pulares está cada vez mais distante.

O final tem algumas surpresas, como os clássicos filmes de suspense, há uma fotografia muito boa, usando sempre da luz natural na parte de cima do prédio, o filme é feito praticamente inteiro em externas e em nenhum momento parece que foi feito durante vários anos, parece que foi gravado em apenas um dia, a estória é muito bem contada e o roteiro sempre encontra algo novo para continuar prendendo a atenção.

Há diversos modos de contar uma estória e de contesto, acredito que os roteirista tenham acertado muito nas escolhas que fizeram, é um filme muito agradável de assistir, que mostra que com pouco dinheiro podemos criar coisas bem interessantes, que não precisamos estar em grupos fechados que usam do dinheiro do governo para fazermos bons filmes, o mais importante é a idéia e a vontade de fazer, o resto são detalhes.

Novamente acertei em escolher este filme, ele tem o tempo exato, o tom certo no roteiro, uma bela fotografia, belos personagens, atuações grandiosas, enfim, um belo filme.

 

Anúncios

Um comentário sobre “CLUBE DO SUICÍDIO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s