ACOSSADO

Acossado (À Bout de Souffle).

Dirigido por: Jean-Luc Godard.

Duração: 90 minutos.

Este é um dos primeiros filmes do diretor Jean-Luc Godard, um dos responsáveis pelo movimento de cinema nouvelle-vague, que esteve em alta nos anos 60. Movimento importante para a estética do cinema, pois, traz uma quebra para alguns padrões que até então vinham sendo desenvolvidos. A nouvelle-vague quebra com as estruturas de roteiro e usa do improviso para uma filme mais humano.

Acossado quer dizer perseguido, e é sobre isso que trata o enredo do filme. É um filme sobre perseguição com toques de policial.

Michel comete um assalto e foge com seu carro pela estranha, durante a fuga é obrigado a matar um policial para não ser preso. Vai até Paris, onde vive de pequenos golpes e furtos de carros e encontra com Patrícia, uma jovem jornalista americana com quem tem um romance.

Patrícia vai até Paris para trabalhar no New York Herald Tribune, ela vende o jornal na rua e pretende ter um cargo maior na redação do jornal, ela se envolve com Michel que no início é bem insistente e a todo momento quer vê-la.

Os furtos, roubos e golpes são tratados de forma totalmente simples, como se fosse algo normal, não é considerado um crime a lente da câmera, somente quando os policiais aparecem que o tom de ser um filme policial aumenta.

A perseguição a Michel, em alguns momentos parece que é algo caricato, quando ele se esconde na rua atrás de um jornal, quando ele entra por um lado e sai pelo outro, parece cenas de um desenho da Disney. Não sei até que ponto isso foi proposital ou deu a entender que gostaria de parecer assim.

O romance de Michel e Patrícia é um ponto bem interessante, a todo momento há juras de amor e de ódio, mas, sempre que Michel parece ser a mulher do relacionamento sempre é o que faz elogios, pede carinho, briga, fica bravo, enquanto Patrícia parece não se importar muito se o relacionamento vai dar certo ou não, mesmo ela dizendo que está grávida dele e que não sabe se o ama ainda.

As cenas do filme são bem filmadas, os atores improvisam a maioria do tempo, Gordard dava o roteiro e as falas momentos antes de gravarem, mesmo assim os atores não parecem estar inseguros ou nervosos, na verdade não vemos atores e sim personagens, o que deixa o filme muito mais humano.

Acossado é um filme muito importante para o cinema por ser um dos precursores da Nouvelle Vague. É um roteiro feito com base numa estória do Truffaut, outro importante cineasta Frances que participou da Nouvelle Vague. Este filme me lembra muito O bandido da luz vermelha do Sganzerla em diversas cenas, provavelmente tenha influenciado bastante o jeito que foi filmado e montado o bandido, só que o bandido ainda seria uma evolução da estética criada pela Nouvelle Vague.

O filme caminha lentamente no início, depois que começa a empolgar, em geral os filmes de arte, por se diferenciarem bastante dos filmes que são cheios de cortes e ação, que somos acostumados a assistir principalmente na televisão, nos passam ser um pouco chatos e lentos no início, mas as belas imagens e os diálogos de um filme como Acossado suprem a regra do filme espetáculo e se torna um ótimo filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s