ZEITGEIST

Zeitgeist e Zeitgeist Addendum.

dirigido por: Peter Joseph.

duração: 118 min e 123 min.


Zeitgeist é um documentário que fala de conspirações. O primeiro filme é dividido em três partes, a primeira parte fala de religião, a segunda parte discorre sobre o ataque terrorista de onze de setembro e a terceira parte é sobre a economia. Um segundo filme foi lançado com o subtítulo de Addendum, este filme fala de como somos dependentes da economia e mostra alternativas para o sistema no qual vivemos hoje.

A parte sobre religião, mostra como a religião é mais um instrumento das elites dominantes para que o povo deixe de buscar uma vida melhor e buscar novos conhecimentos, as religiões teoístas usam de uma verdade absoluta que está escrito num livro, seja a bíblia, seja o alcorão ou outros. Fazendo com que as pessoas procurem algo melhor para si mesmas, que não procurem novos conhecimentos, tanto históricos como científicos o que dificulta para que a sociedade tenha um desenvolvimento evolutivo. E tudo isso facilita que as pessoas que mantêm o poder, possam operar tranquilamente com seus projetos para cada vez mais aumentar seu poder.

É mostrado que a estória de Jesus, nada mais é do que uma re-formulação de uma outra estória,  a de Horus, deus da época da idade antiga, que tem todos os acontecimentos copiados pelo cristianismo para dar uma maior sustentação para a estória de Jesus. E não só o cristianismo é alvo de criticas, outras religiões que tem um deus e mártir como símbolos são criticados pelo filme, por copiarem a estória de Horus. As interpretações dos símbolos da idade antiga, das estrelas, desenhos rupestres, a formação do zodíaco e a criação de uma estória baseada em fatos e informações que funcionaram em outra época, uma reescrita que serve para manipular pessoas e as deixarem apáticas junto as coisas que acontecem ao seu redor que são importantes para que tenham consciência e procurem soluções para uma vida mais tranqüila.

A segunda parte fala dos ataques terroristas que os EUA teriam sofrido por parte dos muçulmanos em 11-Setembro de 2001. A partir das imagens dos prédios caindo, especialistas em demolição, perceberam que o prédio jamais poderia cair do jeito que caiu com o impacto de aviões e um terceiro prédio veio abaixo sem ser atingido por nenhum avião, até hoje a maioria das pessoas desconhecem a queda deste terceiro prédio. Acredita-se que os prédios tiveram uma implosão programada, já que as evidências mostram que todos os prédios que foram implodidos por implosão programada foram iguais aos do onze de setembro. A Al Qaeda e Osama Bin Laden não passam de criações dos EUA, que com o 11 de setembro criaram um motivo para invadir países do Oriente Médio,  por ser um lugar onde há bastante petróleo. A intervenção no Iraque com a desculpa de que Saddam Hussein era um ditador que teria que ser julgado pela justiça internacional, os EUA conseguiram tirá-lo do poder e ainda matá-lo, ele foi condenado e enforcado. Todas estas intervenções contra o terror são apenas desculpas para que ele tenha controle político nas áreas que tem grande interesse financeiro e muitos acreditam que tudo isso é somente para combater o terrorismo que seria tão prejudicial para as pessoas do mundo. Eles deixam as pessoas com medo para que não consigam sair de casa com medo do terror e continuem assistindo a televisão e engulam toda a notícia mastigada e totalmente manipulada.

A terceira parte do documentário dá uma breve explanada sobre economia, sobre como os bancos manipulam o dinheiro e mostram que tudo o que acontece de ruim no mundo é culpa dos bancos, que no final são os verdadeiros governantes do mundo, mas que eles tem falhas no seu sistema que a qualquer momento pode ruir. As guerras são causadas por interesse dos bancos, que através da mídia e do entretenimento  manipula e aliena todos aqueles que estão com medo do terrorismo. Os bancos buscam sempre um lucro diante de uma cadeia maluca que vem da criação de riquezas para que acreditemos que necessitamos cada vez mais ter.

Linkado com a última parte do primeiro filme, Zeitgeist Addendum aprofunda toda a teoria que começou a desenvolver com a última parte do primeiro filme. Precisamos do dinheiro para poder sobreviver neste sistema, só que o dinheiro não tem valor real, ele sequer existe, é um dinheiro virtual criado pelos bancos, pelo sistema financeiro mundial. O dinheiro é trocado pelo governo junto a reserva federal, o governo passa títulos para o banco e o banco cria dinheiro para o governo, o dinheiro é criado através de dívidas, porque para se pagar a dívida é necessário criar mais dinheiro, porque inflacionado não há mais uma quantidade real para que se pague esta dívida, então a divida cria mais dívida, porque com o dinheiro novo criado, aparece mais dívidas e assim um circulo vicioso e infinito é criado, assim a sociedade nunca estará livre das dívidas e sem dívidas não existiria mais dinheiro.

Com a ganância os bancos e as grandes empresas querem cada vez mais poder e isso quer dizer que precisam de mais lucros, vindos do dinheiro e assim vão emprestando dinheiro para os países pobres, isso cria dívidas que eles não conseguem pagar, então está divida é  negociada com algumas intenções comerciais para o banco mundial que é controlado pelos EUA. Há aberturas comerciais,  baixam os preços de exportações de matérias primas, como o petróleo, deixam a construção de bases militares e privatizam empresas estatais para empresas dos EUA.

Os países que não colaboram com este sistema que é intitulado de “establishment” como aconteceu com alguns países na história do mundo, Panamá, Equador e Bolívia, são alvos de um grupo de profissionais, chamados de assassinos econômicos, um facilitador de corrupção, eles oferecem grandes quantidades de dinheiro para presidentes e grandes executivos do pais, aqueles que não participam da corrupção são assassinados, muitos acidentes aconteceram com lideres que não quiseram colaborar com o sistema. Tudo vai convergendo para que o “establishment” tenha cada vez mais lucros, no mundo há empresas que tem capital acumulado maior do que muitos países, e estas empresas são praticamente todas dos EUA.  Há um gigantesco sistema que faz com que esta máquina do lucro nunca tenha fim.

No documentário é apresentado uma solução para isto tudo, contra o sistema “Establishment”, que é o projeto Vênus, que pensa num mundo sem dinheiro, acabando assim com empregos e também um mundo sustentável, uma economia baseada em recursos, não precisaria ser comprado, todos os recursos naturais seriam propriedades da humanidade e com a tecnologia que temos desenvolvido não precisaríamos depredar a natureza, não precisaríamos usar combustíveis Fosseis que poluem o mundo, há soluções muito melhores para obter energia, como a eólica, solar e até um modo de conseguir energia que poderia abastecer o mundo durante quatro mil anos. Só que para se conseguir implantar o projeto Vênus teríamos que mudar toda uma sociedade, tradições, levaria muito tempo para que tudo que somos criados a acreditar e a buscar desde crianças fosse mudado, talvez levasse mais de uma geração porque o mundo ganancioso e consumista que foi criado é muito conquistador e convincente nos dias de hoje, porque a mídia e a publicidade que nos é imposta o tempo inteiro, junto de uma psicologia, nos forçam a crer que uma religião, o lucro e o status quo atual são o ideal para que sejamos feliz, mas precisamos trabalhar muito para isso.

Zeitgeist é um documentário ousado, porque mostra a realidade, apesar de também ser um instrumento de comunicação usado para manipular, só que ele dispõe de argumentos forte e totalmente convincentes, mesmo que tenhamos dificuldade de compreender o complicado mundo financeiro mundial e nos abstemos do sistema político em que estamos inseridos. O documentário é um ótimo filme político, não é uma superprodução, ele não foi feito para obter lucro, usa de imagens da internet e da narração, não tem grandes imagens, provavelmente nem tenham usado câmeras, apenas em uma ou outra entrevista, que são poucas. São usados discursos de políticos, frases de lideres e personalidades do mundo que procuravam um mundo melhor e também frases e discursos de pessoas que contavam como faziam para manipular e esconder a verdade para que tenham a seu favor o maior número de pessoas que apóiem o sistema “establishment”. É fácil se revoltar contra as pessoas apos ver este documentário que dá porrada o tempo inteiro nos alienados e desenformados e só permite um momento de esperança no final dos filmes. O difícil é imaginar uma solução e uma ação a curto prazo para que não precisemos mais ter que enfrentar estes problemas e possamos usar nossa inteligência para uma sociedade e um mundo mais justo para todos.

O filme pode ser assistido diretamente da internet. É só procurar, no google video tem ele completo e o download é gratuito tambêm.

Anúncios

Um comentário sobre “ZEITGEIST

  1. Pingback: Os números de 2010!!!! « MENTE INSANA cineblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s