NOME PRÓPRIO

Nome próprio (nacional)

Dirigido por: Murillo Salles

Duração: 130 minutos

Se não me engano conheci o filme através de um cartaz no cinema, quando fui assistir O Cavaleiro das trevas. Não conhecia nada sobre o filme ainda, me interessei pelo cartaz e por ser um filme com a Leandra Leal, que considero uma boa atriz, fiquei interessado em assistir o filme, infelizmente não consegui vê-lo no cinema, ficou pouco tempo em cartaz, depois de um tempo eu tive a oportunidade de vê-lo em DVD, mesmo assim com o filme em mãos só fui assistir depois de alguns meses. Na época da minha breve pesquisa sobre o filme, fui conhecer o trabalho da escritora Clarah Averbuck, no qual o roteiro do filme é baseado.

Camila, o alter-ego de Clarah Averbuck é uma pessoa que veio para São Paulo de Brasília, com o intuito de buscar mais oportunidades junto de seu namorado, de encontro com uma cidade com tantas pessoas, que na verdade tem uma solidão imensa, ela acaba por transar com outra pessoa. O namorado ofendido, expulsa Camila de casa, numa bela briga de casais, com discussões fervorosas e beleza artística. Camila se refugia na casa de um amigo que lhe dá abrigo. Entre festas, paqueras, solidão e falta de dinheiro, logo o amigo de Camila já não agüenta a presença dela e ele resolver deixá-la sozinha em seu apartamento.

Camila escreve num blog, onde coloca textos sobre seus relacionamentos, mas com uma escrita mais voltada para os escritores beat, tem uma grande influência de Bukowski, poderia arriscar a dizer que Camila seria o Bukowski de calcinhas do Brasil, se é que alguém já não escreveu isso por aí. Camila desesperada procura por ajuda através de seu blog. Quando ela encontra um nerd viciado em internet que oferece um local para ela ficar, enquanto ela não arruma nada. O relacionamento deles é bem estranho, ela o provocando, e ele parecendo não saber o que fazer, um grande usuário de pornografia que a internet pode proporcionar para um jovem tímido, com uma escrito de blog sem pudores. Tem até uma bela frase que é solta pela amiga/amante de Camila que vem visitá-la de Brasília, os nerds são os melhores porque treinaram muito vendo filmes pornôs, genial!

Mesmo com os relacionamentos da Camila com outras pessoas serem sempre intensamente empolgantes, tanto pelas brigas, quanto pelos romances. Gosto bastante da parte em que ela está sozinha e como esta solidão influencia em seu modo de criar. Ela tira de sua vida, belos trechos para seus contos e textos para o blog, na verdade os primeiros textos do blog, acabam entrando para um livro.

A forma como o filme foi filmado é sensacional, mesmo com efeitos pós-produção, com letras aparecendo pelas paredes, enquanto ela escreve. A cenografia, mesmo sendo simples, geralmente um quarto com poucas coisas, dá um ar melancólico e solitário ao filme, tudo belamente intensificado pela fotografia, a bela atuação da Leandra Leal e direção redonda do Murillo Salles. Nome próprio é um filme triste na maioria do tempo, junkie em alguns momentos, poéticos em outros, real, lindo.

É difícil ver filmes bem explorados nestes  sentidos. Gosto do formato e de como a estória é mostrado, sem pudores, sem querer ser panfletário demais, apenas mostrando uma situação cotidiana de tantas pessoas que querem seguir um caminha artístico na vida, mas as oportunidades de um pais como o nosso que valoriza os modismos faz com que os artistas antes de tudo tenham que lutar por um teto e um prato de comida antes de pensar, criar, filosofar, sobre a arte que faz com muitas pessoas queiram continuar vivendo.

Este filme é tão recomendado quanto qualquer outro que eu já tenha postado aqui e vejo um filme nacional tão bom e intenso quanto qualquer filme feito no mundo. O cinema nacional tem lá o seus problemas, mas Nome Próprio não deixa nada a dever as melhores produções e filme com mais verba.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s