RELIGULOUS

Religulous

Dirigido por: Larry Charles

Duração: 100 minutos



Religulous é um filme documentário questionando as religiões, principalmente o cristianismo, a religião com mais adeptos no mundo. É dirigido pelo mesmo diretor responsável pelos filmes do Sacha Baron Cohen (Borat e Bruno) e o protagonista é um comediante americano de Stand up dos anos 80 não muito conhecido por aqui chamado Bill Maher, que já fazia piadas em seus shows sobre religião.

Religulous, que é a mistura dos termos da língua inglesa, Religious (religião) e Ridiculous (ridículo). O Filme começa questionando mais os prostestantes, religião mais forte nos eua e os evangélicos e assim vai caminhando até passar pelas várias religiões que através dos anos fomos adquirindo pela leitura de um livro, dito sagrado por muitos, a tão famigerada, Bíblia Sagrada, os islâmicos e as da moda, como a cientologia.

O filme tem ótimas imagens, sempre em lugares muito bonitos que foram construídos, geralmente como templos para seus deuses, interessante ver os depoimentos de fieis que acreditam, mas não conseguem explicar e dar argumentos para a crença deles. Talvez ter fé, signifique submissão mesmo. Por momentos o questionamento de Bill Maher é lateralista demais e não deixa os fieis se explicarem, deixando o seu ceticismo transcender demais, até ofendendo os religiosos, até porque eles não respeitam, ao menos a maioria deles, os que não acreditam no que eles acreditam. Temos boas respostas, ao mesmo tempo que temos respostas tão inocentes que percebemos a total apatia das pessoas quanto a religião, elas realmente não sabem porque acreditam.
Engraçado são as religiões que ele mostra, como uma igreja em Amsterdã, que baseia seus cultos em fumar maconha, alias tudo na cidade parece falar disso, assim é a imagem que nos passam dela pelo menos. A cientologia não deixa de ser uma piada, as vezes de mal gosto. Como as pessoas tem carência emocional no mundo, vão acreditando e participando de comunidades pelo mundo, aqui no Brasil ainda temos até a Bola de neve, igreja evangélica descolada, para surfistas, skatistas, tem até igreja que reúne metaleiros, punks e skinheads, por incrível que pareça as igrejas trabalham tão bem com o psicológico das pessoas que conseguem tornar as pessoas tão apáticas, que deixam de ser elas, acaba a unidade, as sutilezas, tiram todas as belezas que fazem do ser humano tão incrível, temos sim nossos defeitos, mas ter uma religião não vai resolver isso, historicamente, já que a religião bate tanto nesta tecla, vide Holy Bible, não evoluímos muito como seres humanos, o filme pega bem nesta tecla. Ainda tem as religiões homossexuais, na verdade igrejas de homossexuais de religiões já existentes, parece que eles estão mais preocupados em fazer parte da sociedade, se enturmar, mostrar que não são diferentes, eles pregam as vontades de uma religião que é contra eles.

É claro que o filme para um ateu cético é uma maravilha, há questionamentos e constrangimentos de lideres religiosos que fariam qualquer ateu se regojizar e ter orgasmos, aos religiosos que assistirem o filme talvez vejam a ironia e defeitos apenas nas religiões dos outros, pois vemos o que queremos ver, acreditamos no que queremos acreditar. O filme serve para talvez ajudar os céticos a saírem do armário e vermos como o mundo é hipócrita. Vemos os políticos que precisam da religião para sustentar suas campanhas e gestões e assim vamos tendo um mundo cada vez mais esperançoso e pior, não lutamos e não pensamos em como melhorar nossas vidas e consequentemente o mundo, e muitas vezes as guerras, que são também um instrumento político, são feitas em nome das religiões que muitas vezes em sua essência não são violentas, dependendo da interpretação do sagrado livro é claro.

Um filme engraçado, já que é narrado por um comediante, um humor negro as vezes, ofensivo a maioria das pessoas, que são os religiosos. Um filme que mostra a fraqueza das religiões. E que por trás de toda comédia ha sempre uma filosofia ou um conceito político forte.

Anúncios

2 comentários sobre “RELIGULOUS

  1. uuuuooouuuuu que aleluiaaa kkkkkkkk…este sim e dedicado a que não é burro,estereotipado,alienado,deturpado,fraco,estúpido,sordido e dai se segue os infinitos adjetivos dignos destes seres bizarros. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    avante razão!

    long live rock’n’roll !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s