AVATAR

AVATAR (AVATAR)

DIRIGIDO POR: James Cameron

DURAÇÃO: 166 minutos


Bom, inicio o ano do blog com um texto um pouco diferente dos quais vocês estão acostumados a ver por aqui, de filmes com pouca divulgação e nem tão falado. Como o filme me impressionou bastante e gosto de quebrar as regras, as vezes, segue um texto sobre o filme AVATAR. Aviso que quem não viu o filme ainda, não deveria ler este texto, espere para ler depois de assistir, caso você esteja com muita curiosidade pra ler, continue.

AVATAR foi o primeiro filme com reprodução 3D que assisti, gostaria de ter visto no IMAX, infelizmente não pude, está difícil comprar ingressos, tem de se programar bem e comprar ingresso para quase uma semana à frente. Enfim, fui assistir ao filme em um cinema de tela comum em 3D. Confesso que não estava muito empolgado em ver o filme, mesmo tendo visto trailers e alguns comentários, fui ver com um pé atrás, o que de certa forma é bom, quando se espera muito de um filme, pode ser decepcionante assisti-lo.

O roteiro do filme não é nada inovador se formos apenas analisar por uma ótica simplista e inocente. Por se tratar de um filme de Hollywood, fui com um certo preconceito ver o filme, o que não deveria, porque acho que tem muitas coisas boas em Hollywood, tanto de tecnologia como de realizadores. E o James Cameron usou de uma estória relativamente boba de pano de frente e depois colocou várias mensagens paralelas juntas.
Um dos enfoques do filme é o militarismo, mostra como as decisões importantes do mundo acabam sendo influenciadas muito mais pela força, no caso o exército, do que pela racionalidade, no caso de pesquisadores e cientistas, se somos os seres mais racionais do mundo, no caso de AVATAR, do universo, deveríamos ter mais cuidado com o uso de força nestes casos. O grupo da Terra, quer um produto encontrado no mundo Pandora, que tem um grande poder de energia, lê-se petróleo no mundo atual, já que os nativos não querem entregar estes produtos, eles acabam usando do poderio bélico para ter o controle sobre o produto, todos conhecemos uma estória desta no mundo recente.

A crença é bem questionada no filme também, um soldado o paraplégico Jake Sully esta nesta missão porque seu DNA é igual ao do seu irmão que foi morto, para não perderem o AVATAR (uma espécie de corpo que abriga a “alma” dos humanos para se tornarem NA´VI), esta parte lembra outra ficção, Matrix. Jake Sully então acaba se adaptando rapidamente ao corpo de AVATAR e ele pode andar novamente. Por sorte ele acaba indo até Pandora em uma missão. Conhece uma das nativas NA´VI, chamada Neytiri, do clã Omaticaya. Jake é aceito no clã, mas Neytiri tem de lhe ensinar tudo sobre o planeta e o clã. Jake tem um inicio difícil, pois em Pandora eles são todos ligados a natureza, tudo se baseia na interação deles com a natureza e o “deus” deles Eywa, que se comunica através de uma árvore sagrada que pode ouvi-los e lhes dar conselhos. Os NA´VI tem uma trança que pode se ligar com vários animais de Pandora e até com as plantas. Jake tem certa dificuldade de começar a acreditar, mesmo acreditando, ele parece não ter a segurança suficiente para passar as outras pessoas as suas crenças e o que pode proporcionar a experiência com aquele povo e planeta. Esta crença é uma critica também a devastação e ao desleixo dos seres humanos perante a natureza, porque há nela muito do que precisamos e nos mantêm vivos, por motivos diversos, deixamos isto de lado e vamos cada vez mais destruindo o que nos mantêm vivos, tanto que no filme o planeta terra, já não tem mais natureza.

Como todo épico temos a jornada de um herói, que neste caso é Jake Sully, que é um herói diferente nos filmes americanos, porque ele acaba traindo a sua raça, ele deixa os seres humanos e começa a lutar do lado dos NA´VI. Como todo épico, uma mulher, ou uma fêmea no caso dos NA´VI, tem uma grande influência em suas decisões, já que Jake Sully se apaixona por Neytiri, como era de se esperar. Os dois acabam tendo um envolvimento muito grande e Jake Sully é “batizado” como membro do clã Omaticaya. Sem conseguir convencer os humanos eles acabam entrando em conflito bélico contra os NA´VI que não tem armas de fogo, apenas flechas e animais gigantescos para ajudá-los. Assim o conflito final entre os povos será uma bela batalha épica, com direito a um final espetacular, previsível, porém espetacular.

AVATAR é um filme espetacular, tanto no sentido de imagens, com de enredo, não podemos ver o filme e apenas ver um épico com um romance e uma guerra, porque seria um visão muito fácil de um filme que tem muito mais do que mostrar e nos ensinar, perceber que tudo que está no filme tem um sentido e pode ser interpretado e as mensagens não estão tão “escondidas” assim. É um lindo filme, tudo foi bem feito, está tudo redondinho, eu ainda colocaria alguns minutos a mais. Li também que o James Cameron, disse que se o filme tivesse uma boa aceitação que se tornaria uma trilogia, espero que isso realmente aconteça, o filme já é um sucesso, se vermos pelo lado financeiro, mas que não se tonre um Matrix, com um primeiro filme ótimo e outros dois medíocres. Não deixe de viver esta maravilhosa experiência cinematográfica. Corra atrás do seu ingresso já!!!

Anúncios

Um comentário sobre “AVATAR

  1. Pingback: Os números de 2010!!!! « MENTE INSANA cineblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s