A VIA LÁCTEA

VIA LÁCTEA (La voie Lactée).
Dirigido por: Luís Buñuel.
Duração: 89 minutos.

O filme mais polêmico de Buñuel que fazia uma crítica a igreja e acabou ganhando um prêmio da mesma, só por isso já valeu buñuel ter feito este filme.
Dois vagabundos querem ir até São Tiago de Campostela para conhecer este lugar tão místico e religioso, porém a caminhada é longa, eles não têm carro e irão à pé.
Logo no começo tem um homem que lhes dá dinheiro, apenas para um deles, a conversa é estranha e ele dá dinheiro para um por um motivo totalmente sem sentido.
Continuando a caminhada eles encontram, um homem que lhes dá carona, depois de tanto tempo insistindo em pedir, o homem pergunta se eles acreditam em deus, um diz que sim e o outro não sabe ao certo, o homem para o carro e faz com que eles desçam sem motivo aparente para isto.
Ainda caminhando encontram o Marques de Sade e um grupo de religiosas que estranhamente fazem um festival religioso, com cantos estranhos e modos não convencionais de celebrar a entidades superiores.
Tem ainda dois cavaleiros que lutam por sua honra, eles estão em um momento errado da história, já que suas roupas não condizem com a época em que eles estão vivendo. São um monte de situações absurdas, se fosse uma comédia até pareceria um filme do Monty Python.

A jornada continua, eles encontram dois caçadores que pedem para eles levarem o seus equipamentos e burros até uma pousada para que eles possam continuar a caçada, assim eles receberão como recompensa uma certa quantia em dinheiro.
Eles aceitam a proposta dos caçadores e vão até a pousada. Agora acompanhamos a jornada dos caçadores que está a procura de um milagre e um deles acaba vendo e tendo a ajuda espiritual de Nossa Senhora, eles se encontram na pousada.
Um padre confirma o milagre na pousada e conta algumas estórias para os rapazes, eles vão dormir e dentro dos seus quartos eles pecam e não abrem as portas para ninguém como sugeriu o dono da pousada.
Com cenas extremamente surreais com pessoas onde não deveriam estar, com mortos vivendo no presente, com situações bíblicas acontecendo novamente em outros lugares e as vezes até em locais diferentes, este filme faz uma crítica forte à fé e como a igreja reage frente aos seus fiéis.
É um filme confuso, que talvez você não consiga entender na primeira vez que assista, já que há muitas inserções bíblicas e históricas que você possa não conhecer e fazer com que o filme fique ainda mais surrealista.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s