À PROVA DE MORTE

À prova de morte (bullet proof)
Dirigido por: Quentim Tarantino
Duração: 110 minutos

Este filme do Tarantino foi feito em parceria com outro filme de Robert Rodriguez “Planeta Terror” que deveria ter saído juntos em uma série chamada Grindhouse, essa serie é uma homenagem aos filmes de horror thrash splatter dos anos 70 e 80. Só que aqui no Brasil a distribuidora achando que os dois filmes não dariam dinheiro em uma única sessão os lançou separados. No começo de 2008 foi lançado Planeta Terror e até hoje À prova de morte ainda não foi lançado no Brasil, está previsto o lançamento no próximo mês. Quem teve a oportunidade e sorte pode ver os dois juntos na mostra internacional de cinema de São Paulo no final de 2007, única exibição dos dois seguidos no Brasil que eu fiquei sabendo.
O filme do Tarantino era para ser o segundo a ser exibido, temos a estória de algumas amigas que saem para se divertir em uma noite, vão até um bar, onde o próprio Tarantino é dono, e bebem, dançam, rirem, namoram e conhecem estranhos freqüentadores.
Uma destas amigas é uma locutora de rádio que diz que se alguém encontrar uma das amigas dela que é uma atriz, ganhará uma dança sensual especial, só que o felizardo ou felizarda deve encontrá-los até determinada hora, um dos freqüentadores do bar, um tal de Dublê Mike, um dublê de carros em filmes, reconhece a moça e diz tudo que precisa para ganhar a dança, por se tratar de uma brincadeira da amiga ela não quer cumprir o trato, mas acaba cedendo e faz a dança para o Dublê Mike.

O bar já está quase fechando quando as moças vão embora e o Dublê Mike ainda está por perto, elas vão embora e Dublê Mike acaba dando carona para uma garota. Dublê Mike vai em seu carro de dublê onde tem uma gaiola onde ele diz ser à prova de morte, e a garota vai num banquinho fora da gaiola. Dublê Mike segue pela estrada e de repente começa a acelerar, ele passa o carro das amigas que estavam no bar e depois de um tempo ele vira o carro e volta, vai de encontro com o carro das amigas, os dois carros se chocam em alta velocidade, provocando um brutal e gore acidente de trânsito. Neste momento há closes de pernas decepadas, membros voando, esfoliações e etc. Parece que o filme acabou, mas continua. Dublê Mike mesmo estando ferido volta a andar com sua máquina a prova de morte.
Ele procura outro grupo de mulheres lindas, gostosas e indefesas, acaba encontrando outro grupo de mulheres. Elas estão se encontrando depois de algum tempo sem se verem, elas querem viver aventuras, inclusive uma delas é dublê também, só que não de carros. Começa uma nova perseguição, apos as garotas conseguirem testar um Porsche antigo, elas estão na estrada e o Dublê Mike inicia suas batidas na traseira, só que ele não sabia que as garotas desta vez também sabem pilotar, e um racha mortífero entre Dublê Mike e as garotas.
Este é um dos filmes do Tarantino que apresenta toda a estética que ele usou em seus filmes anteriores, desta vez aplicada no filme thrash de perseguição de carros, lembrando em alguns momentos “Faster Pussycat Kill Kill” filme que reza uma lenda pela internet que ele faria um remake. Aqui temos os maravilhosos diálogos característicos de suas obras, um belo filme do Tarantino, que talvez tenha ficado apagado por não ser tão Cult como seus outros filmes e nem tão gore/splatter como o filme do Rodriguez Planeta Terror, mas vale muito a pena ser assistido.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s