FLORES PARTIDAS

FLORES PARTIDAS (Broken Flowers)
Dirigido por: Jim Jarmusch
Duração: 105 minutos

Só peguei este filme na locadora porque dizia que ele tinha concorrido no festival de cannes e por ter no elenco o inigualável Bill Murray.
Surpreendi-me com a qualidade deste filme principalmente por ter personagens incríveis, Bill Murray interpreta um aposentado que sempre conseguiu muitas mulheres lindas e agora não faz mais nada da vida, tem o seu vizinho que tem três empregos para conseguir sustentar todos os seus filhos, mas ele ainda trabalha como investigador particular.
A vida deles seguiam normalmente segunda as suas rotinas, até que o aposentado recebe uma carta rosa que contém a notícia de que ele tem um filho e que ele está atrás dele, ele fala com o vizinho que diz que ele tem que lembrar as mulheres com que ele saiu em determinado período.

Ele faz uma lista com cinco mulheres, uma delas já morreu, o seu vizinho encontra as outras quatro e prepara uma viagem para que ele encontre a mãe do filho dele e uma das pistas é encontrar objetos rosas e uma máquina de escrever.
Através da sua viagem pelo país, ele vai atrás das mulheres que podem ser as possíveis mães do seu filho, primeiro ele encontra uma delas, que tem uma linda filha que vive andando pelada pela casa, a casa tem vários objetos rosas, ele acaba dormindo com sua velha namorada, mas continua a sua busca.
Na segunda ex-namorada que já está casada, ele encontra outros objetos rosas pela casa, o que torna a sua busca ainda mais difícil, ele apenas janta com eles, a terceira é uma médica que fala com animais, no consultório dela onde eles se encontram tem vários objetos rosa também e ela não revela nada de sua vida particular.
Depois de muito andar ele encontra numa fazendo a quarta ex-namorada, que não gosta de sua visita, ele vê uma máquina de escrever cor de rosa no jardim, mas ele acaba apanhando e vai parar numa plantação no meio do nada.
Sem saber quem realmente é a mãe do seu filho, ele volta para sua casa, conversa com o vizinho que também não lhe dá uma resposta.
Durante a viagem ele encontra jovens rapazes, com os quais ele fica achando que é seu filho, chega a conversar com um deles depois de sua volta para casa e diz que é seu pai, o jovem assustado sai correndo, daí ele começa a ficar neurótico e olhar para todo jovem que passa na rua.
O personagem principal é muito tranqüilo e não gosta de conversar muito, várias vezes o dialogo acaba e fica um silêncio perturbador para quem está assistindo a conversa, mas os personagens parecem não se importar com o silêncio. Só pelos personagens o filme já vale, mas ainda tem belas imagens com uma fotografia incrível, se encante com este ótimo filme.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s