DOGVILLE

DOGVILLE (Idem)
Dirigido por: Lars Von Trier.
Duração: 170 minutos.

Dogville é um dos melhores filmes que tive a oportunidade de assistir até hoje, com uma estética e um roteiro incrível.
Este filme é contato em nove capítulos e um prólogo, divididos como um livro ou mesmo uma peça de teatro.
Grace chega perdida a pequena cidade de Dogville que tem muito poucos habitantes ao meio de barulho de tiros. Despertando a curiosidade de Tom Edson que escuta os tiros e vai em direção para ver o que está acontecendo, ele encontra uma assusta moça e muito bem vestida. Em sua primeira noite em Dogville ela dorme na mina.
Tom queria que o povo de Dogville aceitasse a permanência de Grace na cidade, ele acaba conseguindo convencer o povo, mas exige que Tom seja responsável por ela. Grace fica agradecida e como Tom lhe sugere ela começa a oferecer ajuda aos moradores, no começo os moradores não precisam de ajuda porque eles estão tão acostumados a rotina que não conseguem larga-la.
Logo Grace convence os moradores e eles passam pequenos serviços para Grace, que os faz com muito gosto e vontade.

Com a chegada da primavera Grace está muito contente e a cidade toda está feliz. Logo Grace começou a receber um pequeno salário pelos seus serviços prestados para os moradores.
No dia quatro de Julho em meio a festa da independência, Tom se declara para Grace e ela diz também estar apaixonada por ele. Neste mesmo dia chega um carro de polícia a Dogville e Grace se esconde na mina, os moradores ficam assustados mas não entregam Grace, porém começam a exigir mais dela, porque está muito perigoso mantê-la ali escondida.
Os moradores de Dogville começam a mostrar o lado ruim do ser humano fraco e medroso, logo começam a hostilizar Grace que tem que passar por situações constrangedoras e constantes humilhações.
Grace resolve fugir da cidade, suborna o morador que tem um caminhão e vai entre as frutas para a cidade, chegando na cidade ele sobe na traseira do caminhão e estupra Grace que se sente muito mal, ele traz Grace de volta para Dogville e os moradores prendem Grace em seu pequeno quarto com uma corrente.
Grace se torna uma prisioneira e escrava sexual dos homens de Dogville, as vezes até mais de um homem por noite vai se satisfazer com Grace, as mulheres passam a odia-la por isso. Apenas o apaixonado e excitado Tom não a estupra.
Mesmo a contra gosto de Grace, Tom deixa seus instintos falarem e acaba estuprando Grace que se não fosse naquelas circunstâncias teria feito amor com Tom.
Os moradores ficam mais assustados quando aparecem mais policiais e gângsteres atrás de Grace. Então eles resolvem entregar Grace, porque os moradores da cidade poderiam se tornar heróis, por terem prendido Grace.
Os gângsteres chegam a cidade e são muito bem recebidos por Tom, eles não querem conversa e quando vem que Grace está presa como um animal ou criminosa. Ficam violentos porque os gângsteres estão a mando do seu pai.
O ódio percorre o corpo de Grace e ela irá voltar com o seu pai com a condição que use o poder dele também para o bem, acertada a sua volta com seu pai, Grace resolve dar a “boa recepção” que recebeu dos moradores, manda queimar tudo, desde crianças, velhos e Tom. Grace acredita que aquela cidade e seus moradores não tem nada a acrescentar para o país e a cidade vem abaixo.
Este filme é incrível por ter cenários como de uma peça de teatro, apenas alguns objetos por cômodo, não há paredes nem portas, mas tem o som de uma porta abrindo por exemplo.
Os atores devem ter tido certa dificuldade, mas todos se saíram muito bem, este é o melhor filme de Nicole Kidman que interpreta Grace.
Dogville faz parte de uma trilogia que Lars Von Trier está fazendo sobre os EUA, as outras seqüências são Manderlay e Washington (que ainda não foi gravado). Von Trier quer mostrar como os americanos são hipócritas com suas atitudes de liberdade e que estas atitudes fazem parte da cultura deles.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s