BOOGIE NIGHTS

BOOGIE NIGHTS – PRAZER SEM LIMITES (Boogie nights)
Dirigido por: Paul Thomas Anderson
Duração: 156 minutos

Tinha vista este filme há muito tempo atrás numa solitária madrugada, ainda quando era bem novo, lembro que foi um dos primeiros filmes que vi que tinha cenas de sexo, mesmo não sendo explicito, foi algo que me impressionou, resolvi assistir novamente, nem tanto para lembrar aquela época, mais para conhecer a obra do diretor.
Um jovem que vive arrumando encrenca com a sua mãe que não aceita que ele não trabalhe em dois empregos e não estude é convidado para trabalhar em filmes adultos, ele que já não agüenta a sua mãe, resolve ir para o tão sonhado mundo da fama, como ator de filmes adultos.
Com um novo nome Dick Diggers, ele começa a fazer um grande sucesso no final dos anos 70, com seus filmes vendendo muito, ele logo ganha os principais prêmios do cinema pornográfico.

Mas o filme não conta apenas a estória de Dick Diggers, tem um o diretor que deseja fazer um filme que seja mais do que apenas dois atores transando, ele quer mudar o conceito, quer introduzir drama nos filmes para que as pessoas vejam os filmes inteiros, tem a sua esposa que abandonou um filme e é a principal atriz de seus filmes, a patinadora que largou a escola para viver um sonho de prazer, outros atores que desejam uma vida melhor, além das pessoas da equipe que esperam não apenas dinheiro mais fazer filmes.
Dick Diggers logo está fazendo uma série, como se fosse um James Bond do cinema pornográfico, com esta série ele faz muito sucesso e com este sucesso as festas com mulheres, homens e drogas.
Depois da introdução do vídeo em vez do filme, juntando com o aprofundamento nas drogas de Dick Diggers, ele acaba rompendo com o diretor que o revelou, ele tenta ser cantor de rock, mas não dá certo, o diretor tenta achar um novo ator, mas não dá certo e a vida de Dick Diggers começa a ir cada vez mais para o anonimato.
Depois de problemas sérios com brigas, drogas, os personagens começam a ter os seus destinos, sejam eles felizes ou não.
Gosto deste filme porque ele mostra os bastidores da produção dos filmes pornográficos, desde quando eles usavam filme (película), até a popularização do vídeo no meio e mostra também que a pornografia apesar de dar muito dinheiro, tem os seus contras, não é apenas um mundo fantástico onde pessoas transam e transam, tem um profissionalismo. E a estória do filme é boa, é um filme com mais de duas horas e em nenhum momento se torna um filme chato, onde não se vê a hora de acabar.
Vale muito a pena assistir, mas não veja na sala com seus pais.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s